Coluna Previna

Dr. Luís Verri

TODOS CONTRA A MENINGITE!

 
A meningite meningocócica certamente está entre as doenças imunopreveníveis mais temidas no mundo.

A incidência das doenças meningocócicas é dinâmica e varia geograficamente. Cerca de 90% dos casos de doença meningocócica invasiva, inclusive meningite, relatados no mundo são causados pela bactéria Neisseria meningitidis (meningococo) pelos seus cinco sorogrupos A,B, C, Y e W.

As pessoas devem se preocupar mais com a vacinação das crianças, afinal só no Estado de São Paulo aproximadamente 14% dos casos de meningite invasiva ocorreram em bebês menores de um ano, sendo que 56% dos casos nesta faixa etária foram de Meningite do sorogrupo B, cuja vacina está disponível somente na rede privada*

Mas o que pouca gente sabe é que os estudos apontam que 10% dos adolescentes são portadores assintomáticos da bactéria causadora da doença, podendo se tornar transmissores, o que faz com que a vacina contra meningite seja recomendada também para a fase da adolescência. Notamos dois picos de incidência da doença meningocócica invasiva aos 5 meses de vida e na adolescência. A vacinação é a principal forma de prevenção da doença meningocócica. As vacinas contra os tipos (sorogrupos) A, B, C, W e Y são seguras e com boa eficácia (em média, mais de 95% dos vacinados ficam protegidos). O esquema vacinal varia conforme a faixa etária. A indicação é a partir dos 2 meses de vida.

A informação, a vacinação e o diagnóstico precoce seguem como aliados vitais no combate à Meningite Meningocócica.

Dr Luis Verri CRM 51162 
Dra Lourdes Cogo CRM 26492

*2016 Fontes: SBIM - GSK